Artigos

Sua Linhagem Cósmica: Gerações de Compreensão Gaia (Parte I) através de Pepper Lewis

Vocês são de uma linhagem cósmica – uma linhagem cósmica que é una


Realmente, eu os saúdo, a todos e a cada um de vocês. Aqueles que se encontram reunidos aqui e aqueles que se encontram através da extensão desta voz ou gravação que está sendo feita, eu os saúdo também. Pois estas palavras viajarão. Elas estão sendo ouvidas não somente nesta sala, não somente nesta dimensão, mas também por aqueles que as projetariam e aqueles que as precipitariam. Elas estão sendo ouvidas por aqueles que as enviaram – não somente através deste canal que agora as pronunciam em meu favor – em favor daqueles que vêm de tão longe para o aqui e agora.

Para aqueles que estão reunidos aqui e aqueles que ouvirão estas palavras, eu direi: Vocês são de uma linhagem cósmica – uma linhagem cósmica que é una. Pois se nós retornarmos muito longe na jornada, encontraremos somente uma linhagem. Encontraremos apenas uma Fonte. Encontraremos apenas um Sol – um Sol galáctico, um Sol cósmico. Houve um pensamento original, e o pensamento original foi: Faça com que haja muitos. Faça com que haja muitas experiências, muitas jornadas, muitos caminhos, muitos meios, muitos seres. E deste pensamento original vieram às palavras originais. E das palavras, freqüências ou vibrações originais que foram oferecidas, vieram muitas.

Aqui, então, nasceu o que vocês denominariam como linhagem cósmica. A linhagem cósmica foi o pensamento original que originou a freqüência que criou os seres originais que disseram: "Assim é. Eu Sou O Que Eu Sou".


SUA LINHAGEM CÓSMICA É UNA COM A FONTE

Cada vez que um ser se torna consciente, diria: "Eu Sou O Que Eu Sou. Eu sou aquele se assemelha à Fonte, à Unidade". Cada vez que estas palavras foram pronunciadas, seja na linguagem ou na freqüência das estrelas, se originava uma linhagem cósmica. Quando estas palavras não eram pronunciadas, a linhagem cósmica terminava. Fosse a sua duração de um dia, um ano, mil anos ou muitos milênios, a linhagem cósmica terminaria, porque as espécies não poderiam se ligar à Fonte, à Unidade. A linhagem cósmica, então, é una com a Fonte. Ela se percebe como capaz de evoluir para outra espécie, para outro ser, para outra linguagem, mundo, alma, existência ou corpo.

Entendam, não importa que corpos vocês ocupem. Vocês se denominam humanos, mas realmente não são. Vocês são seres cósmicos em uma linhagem que evoluiu em um ser que atualmente é denominado como humano, mas que está sempre em transição. Está sempre em um estado de fluxo, como vocês podem ver através de seus parentes, amigos e vizinhos – aqueles que são como vocês e aqueles que são completamente diferentes de vocês, como o caso possa ser. Novamente, todos que estão aqui agora, pertencem a uma linhagem cósmica. Alguns se relacionam com outros, e alguns, não. Alguns estão relacionados com uma linhagem que é remota. Outros estão relacionados com uma linhagem que está aqui na Terra. A Terra simplesmente não é tão velha a ponto de ter criado a sua própria linhagem cósmica.

A Terra acolheu como um cadinho todas as linhagens cósmicas que vieram de outras partes, se afirmando como a sua Estátua da Liberdade no grande ancoradouro diria: "Tragam estes que estejam cansados, fatigados, desconfortáveis ou inseguros de quem eles sejam de onde vieram ou o que irão fazer. Traga-os aqui". É por isto que vocês vêem muitos ao redor de vocês que estão cansados, fatigados e incertos em relação ao seu passado ou ao seu futuro – seja o seu futuro humano ou o seu futuro cósmico.

Agora, vocês diriam: "Como isto é possível? Se um grande ser disse: "Eu Sou O Que Eu Sou, uno com a Fonte", então como podem tantos estando como cordeiros perdidos, encontrarem o seu caminho aqui ou lá na escuridão, estando cegos?" Isto é porque as linhagens cósmicas se tornam distorcidas através das dimensões, através das realidades. A distorção das dimensões traz um esquecimento do ser; traz um esquecimento da divindade. Portanto, em sua linhagem cósmica, vocês podem muito bem dizer: "Meu grande antepassado disse uma vez: Eu Sou O Que Eu Sou". Mas se vocês não puderem dizer isto para o seu próprio ser, então há uma distorção.

Se desejarem saber se estão distorcidos, aqui está um teste simples. Vocês podem verdadeiramente, honestamente, dizer neste exato momento a todos os interessados: "Eu Sou O Que Eu Sou, uno com a Fonte neste exato momento?" Se puderem dizer isto, compreendendo totalmente todas as implicações, então diremos que não há nenhuma distorção dimensional. E se não puderem dizer estas palavras de um modo exato como as manifestei, então eu diria que vocês são uma parte, pelo menos, da distorção.


COMPREENDENDO A SUA FREQÜÊNCIA ENERGÉTICA

Uma distorção é uma interpretação errônea daquilo que vocês são. Uma distorção é uma realidade inescapável que vocês devem escapar. Uma distorção é um paradoxo em seu ser. Uma distorção, então, lhes permite ser o que são sem a compreensão de ver a plenitude disto. Portanto, a distorção é o que vocês estão aqui para transcender. Se acreditarem que estão aqui para se curarem, eu lhes direi: "Incorreto; vocês não estão". Se disserem: "Eu estou aqui para curar outros", eu lhes direi novamente: "Incorreto; vocês não estão". Se por outro lado, vocês dizem: "Eu estou aqui para explorar a linhagem cósmica e com aquilo que me alinha com a Fonte, com Tudo O Que É como é expresso no corpo através de um ato de distorção", então eu direi: "Bem vindos. Vocês estão no lugar certo". E eu diria que estão bem situados.

Há muito, muito tempo atrás houve uma decisão que os levou a compreender o seu próprio ser, a compreender a distorção, a compreender a linhagem, a compreender os muitos mundos em que vocês viveram e experienciaram, e sabendo ainda que haveria mais a descobrir. Aqui está onde descobrirão isto. Então quem são vocês? Vocês são uno com Tudo O Que É, uno com o ser, uno com a Fonte, uno com o pensamento original, uno com o ser original, uno com o Eu Sou O Que Eu Sou original que disse: "Faça com que haja muitos. Faça com que haja um e faça com que haja muitos". Isto é quem e o que vocês são

Desta todas as linhagens vieram todas as raças vieram. Todos os seres, físicos ou não físicos, dimensionais ou não dimensionais, do plano interno ou do plano externo, deste mundo e de todos os outros mundos, vieram desta vibração. Agora, a própria vibração é a onda que se move através da distorção. A própria onda é a evolução. Ela é a escala evolutiva que dirá: "Agora e aqui, e então e lá, Eu Sou". E assim há uma faixa de onda que contem tudo o que vocês são tudo o que é a sua essência, tudo o que é a sua verdade, tudo o que é a sua genética tanto aqui e em suas outras existências – aqui e em todas as outras vidas e corpos nos quais se expressaram que estão contidos através de uma freqüência de energia que se movimenta através de sua alma. É de onde vêm as suas memórias cósmicas. E, naturalmente vocês têm estas, pois não são somente as existências passadas da Terra que as suas memórias compartilham, são as existências passadas em outros lugares também.

A freqüência se move através da essência da alma, despertando, reavivando e estimulando a estrutura celular de seu ser até que todas as gerações, todas as atividades, todas as consciências sejam trazidas ao equilíbrio com a freqüência Una, a onda Una que diz: "Eu Sou, Eu Fui, Eu Serei". Este é o seu propósito nesta existência. Se vocês estiverem incertos quanto ao seu propósito, é este! É para compreender plena e completamente: "Eu Sou, Eu Fui, Eu Serei". E tendo compreendido isto plena e completamente, deve-se auxiliar a todos aqueles que estejam próximos a vocês para descobrir que a sua linhagem cósmica é fazer e ser o mesmo. Se vocês chamam a isto de cura, assim seja. Se vocês o chamam de aprendizagem, assim seja. Educação, filosofia, seja como o chamarem, este é o seu propósito, e ainda é um e o mesmo para todos.


SEU PROPÓSITO É COMPREENDER A SUA TOTALIDADE

Qual é o seu propósito? É ser tudo o que vocês são, tudo o que foram tudo o que serão, no aqui e no agora, nesta dimensão e em outras dimensões, neste mundo e em outros mundos. Deste ponto de vista, não importa se experienciam na Terra ou em qualquer outro mundo de sua escolha. Entretanto, as dimensões que a Terra oferece são muitas. Pareceria que vocês estão atolados na terceira dimensão, atolados nos aspectos materiais da terceira dimensão como a densidade, mas isto somente os manterá na Terra, que os ancoram, como eles dizem. Tudo o mais está dentro de sua compreensão. Se vocês se moverem em uma direção para a luz, assim estarão. Se vocês se moverem em outra direção da luz e encontrarem a sombra, assim estarão lá também. Em todas as direções que escolherem ou se moverem ou se expressarem, assim estará assim lhes é permitido sem limitação.

Portanto, o espectro total da luz está aberto e disponível para vocês como sempre esteve. Se desejarem se expressar como a vibração Vermelha ou a Raça Vermelha, assim vocês o fizeram, assim o experienciaram. Se desejarem ser da Raça Azul, esta também o foram e talvez serão ainda novamente. Se for a raça Amarela ou o raio Amarelo ou a freqüência Amarela, assim será também. E enquanto continuamos a nos mover através do espectro, não é surpreendente que chegaríamos naqueles que vocês denominariam de raça Índigo, a freqüência Índigo, a luz Índigo ou o aspecto Índigo da onda. A onda ou freqüência Índigo é esta que vem contra todas as outras que foram. Se dissermos que vocês estão aqui para descobrir o que foram, o que vocês são ou o que serão então diremos que a raça Índigo dirá que eles estão aqui para descobrir o que eles serão.

Nestes termos, vocês podem ver ou dizer que uma geração é diferente da seguinte. A raça de seres Índigos está aqui para descobrir e se expressar plena e completamente o que está para ser, o que é possível. E se for necessário, eles mostrarão isto a vocês, mostrando-lhes o que é impossível, improvável ou ridículo. Este é o seu propósito – assim o seja. E vocês têm o seu. Cada geração, alinhada com cada freqüência cósmica, efetua um determinado estímulo de ser. É assim que outros encontrarão a sua família, a sua própria linhagem e as suas próprias expressões. E cada um de vocês tem a sua. Os seres Índigos não são necessariamente as crianças ou as novas crianças. Há muitos seres mais velhos que são Índigos também, alguns que vieram antes de vocês e alguns que virão depois de vocês. É simplesmente este aspecto do espectro que explora o que será e se recusa a reconhecer o que foi ou o que é como uma realidade. Estes são seres cósmicos. Eles são um tanto ilimitados em natureza, embora se nos encontrem mesmos corpos limitados como vocês.

Entretanto, percebendo-se dentro das mesmas limitações como vocês, eles transcenderão a limitação, ao passo que vocês a aceitaram. Enquanto a sua geração ou os seus seres aceitam as limitações, a linhagem cósmica Índigo não as aceitam. Portanto, em um momento específico na história ou na natureza, eles se oferecerão como eles o fazem agora. Os seres Índigos não são simplesmente as crianças; eles não são simplesmente aqueles que nascem em corpos neste momento. O Índigo é uma vibração de luz similar a sua própria e ainda com um propósito, uma compreensão e uma expansão sua. Seja o resto do espectro ou o resto do mundo, eles desafiarão o passado, a fim de criar o futuro. Deixem-nos interromper por um momento para perguntas relacionadas a isto.


A RAÇA VERMELHA: O QUE FOI

Gaia, que raça ou faixa do espectro no momento presente exemplifica mais o que foi assim como o que é?

É a raça Vermelha, é a vibração Vermelha que dirá o que foi. Vocês poderiam pensar nestes seres da raça Vermelha como sendo Americanos Nativos, os índios, mas não é necessariamente isto. Entretanto, muitos seres que incorporam a raça Vermelha se chamarão de Americanos Nativos. Podem até ser aqueles que sejam Caucasianos por natureza, mas que seguem as filosofias da raça Vermelha.

Vejam, é a vibração Vermelha da qual falamos. Portanto, não é necessariamente aqueles que se chamariam de Índios por natureza, o Americano Nativo; são aqueles que se referem à filosofia. Isto é "o que foi". Como podem ver, há uma população menor da raça Vermelha do que das outras raças. E aqueles que levam esta vibração acreditam no que foram. "Estas terras foram minhas". Eles dirão, e, entretanto, eles não são. "Nós compreendemos a Terra, nós fomos unos com a Terra, nós nos comunicamos com a Terra", eles dirão, e, entretanto, isto não é mais verdadeiro.

A raça Vermelha se desvanece na obscuridade agora. Ela não é obsoleta. Ela não desaparecerá da Terra, e, entretanto, ela mudará. Ela mudará do que vocês denominam como raça Vermelha para talvez, a raça Carmesim. Ela evoluirá. Ela transcenderá. Ela se transformará de uma freqüência para outra, e o espectro da vida auxiliará nisto. Mas em resposta a sua pergunta, aqueles que se expressam em relação ao que foi, são da raça Vermelha, da filosofia Vermelha e da freqüência Vermelha.


A RAÇA ÍNDIGO: O QUE SERÁ

Como poderia o pai de um Índigo ajudar ao filho se ele ou ela pareça realmente preocupado com esta energia de ir contra tudo?

Descreva isto com mais detalhes.

Bem, quanto à escola: ela não gosta de qualquer escola a qual enviei.

Mas, naturalmente, se a escola, como vocês dizem, pertence "ao que foi" e os Índigos são o "o que será", então como eles encontrarão a base intermediária de ser "o que é?" Se desejarem auxiliá-los, encontrem sempre que possível o "o que é". Nem ainda eles podem trazer o "o que será". Eles trarão, mas não ainda. Nem eles podem mudar para "o que foi". Isto os preocupará mais do que qualquer outro aspecto – o "o que foi", é o mais difícil para eles.

Portanto, o "o que é", ou o "o que pode ser", é o que vocês devem encontrar. Esta é a base comum. Vejam vocês não podem criar ainda o "o que será", porque eles devem fazer isto. E eles não podem como vocês sabem existir no "o que foi", mas eles podem existir na possibilidade do "o que será". Falem sempre a eles em termos de possibilidade – o que pode ser o que eles podem realizar, o que podem ser o que eles podem projetar como projetar uma vida, como projetar uma existência, como projetar uma consciência, o que pode ser feito o que pode ser dito o que pode ser trazido – sempre como uma possibilidade.

Quando eles dizem, "Não, isto não pode", isto finaliza aí. Se eles dizem a vocês, "Não, isto não pode ser", então isto pertence ao passado, pois eles lhes falarão somente a verdade. Se eles disserem a vocês: "Isto não pode ser, isto não pode ser feito ou isto já foi feito", a conversa terminará para vocês, pois eles são mais sábios do que vocês neste caso. Quando vocês oferecem o que pode ser feito para existir no mundo da possibilidade para eles, no mundo da maravilha, então é onde vocês encontrarão a base. Sejam as ferramentas escolares e educacionais que vocês possam oferecer que envolvam a maravilha, a criatividade e a possibilidade, é onde vocês se oferecem.

Eu tentei a educação em casa, mas isto não pareceu oferecer qualquer estimulação para a sua mente criativa. Minha energia era de bem pouca intensidade para ela, e ela se opôs a isto. Ela é muito impetuosa e eu não sou.

Sua energia é de uma linhagem cósmica diferente, querida. È comum para alguém de uma linhagem cósmica gerar a uma completamente diferente. Cosmicamente, isto reflete como uma raça ou uma cultura se funde a uma outra para incluir as características de ambas. Este é um universo muito diverso e este é um dos modos em que à diversidade prevalece. Onde o passado e o futuro se encontram, a evolução está em seu ponto mais criativo. As gerações do passado, do presente e do futuro se beneficiam desta forma. Quem mais está lá para variar? Quem mais está lá para aprender entre as raças? Como a raça evolui? Se as raças não se fundirem, se então elas não se transformarem agora, se o passado não puder encontrar o futuro, como evoluirá uma raça de seres? Se vocês continuarem a gerar àqueles que são como vocês – não importando se os humanos desenvolvem a clonagem – vocês simplesmente gerarão um ao outro. Não haverá nada a aprender, nada a evoluir. Cada geração se oferecerá para outra geração e para outra possibilidade. É assim que ocorre a evolução.

Novamente, eu lhes direi que quando uma geração não pode dar à outra uma possibilidade de dizer: "Ela é sua, faça dela o que desejar", a evolução termina e a involução se inicia. Concluindo, vocês já criaram as futuras gerações. Todos vocês criaram. Vocês criaram as gerações no futuro até quanto possam imaginar. Vocês não criam seres, vocês não criam corpos, mas vocês criam possibilidades. E as possibilidades geram seres, e eles mais tarde se tornam crianças – crianças cósmicas. Isto é evolução. Este é um processo do pensamento, uma capacidade mental, uma variação da freqüência e da onda que se move através dos universos como tempo e estrutura.

Novamente, quando uma geração não pode dar à geração seguinte a possibilidade de sonhar ou de criar, a evolução termina e isto vocês podem ver agora em volta de vocês. Vocês podem ver determinadas raças terminando. Vocês podem ver mais conclusões do que inícios neste momento, porque não é dada a possibilidade. A Escritura é dada e o passado é estudado; a arqueologia é dada às massas. Isto não é possibilidade. Isto não é possibilidade para sonhar. Não se sonha com o passado, eu lhes digo – se sonha com o futuro. Se alguém sonha com o passado, o passado virá à vida. Mas se o passado vem à vida, o passado já viveu assim ele morrerá. Se o passado é trazido à vida, mas ele já foi vivido, não há nada para ele fazer, além de morrer. Vocês compreendem? Pois o universo não tem uso para isto.


OS ÍNDIGOS TÊM GRANDE PODER E UM GRANDE ENCARGO

Novamente, uma geração dá origem à outra. Uma geração cria a possibilidade de uma outra, mas não necessariamente a raça seguinte de seres. Se há uma raça Índigo, a raça Índigo não diz necessariamente: "Muito bem, a cor Índigo dará agora origem à cor Cristalina, à cor Rosa, à Violeta". Não é assim. Afinal isto não é um estojo de lápis coloridos; é uma linhagem de seres do qual falamos. São as cores e freqüências do universo. É o um e os muitos se expressando como todas as possibilidades, todas as ondas.

A raça Índigo está aqui simplesmente para criar a possibilidade para o futuro. O Índigo mantém a possibilidade de que a Terra continuará a evoluir. O Índigo mantém a possibilidade que o que não serve à Terra ou à Humanidade ou ao futuro, se desvanecerá ao longe. E assim, em essência, eles fazem os dois – aqueles que darão origem à vida e aqueles que se entregarão a ela – e este é o seu grande poder. É a sua grande visão e é o seu grande encargo. Se vocês olhassem sobre vocês, poderiam dizer: "Por que este Índigo parece preocupado? Por que este Índigo não está à vontade em seu corpo? Por que eles não podem encontrar um propósito em sua existência? Por que eles são menos criativos neste ambiente ou naquele?" É porque eles levam um grande encargo. É um grande encargo dizer o que serão e o que não serão o que mantém a possibilidade e o que não mantém o que terá na vida e o que transcenderá ou terá na morte, como vocês diriam. São os Índigos que levam esta vibração, e isto pode ser considerado um peso se não for bem carregado ou feito de uma forma suave.

Portanto, os seres Índigos têm grande poder e grande sabedoria, e eles estão preocupados com as suas responsabilidades. O que vocês fazem com aqueles que estão preocupados? Oferecem somente apoio. Somente eles poderão fazer aquilo que estão aqui para fazer, assim como somente vocês podem fazer o que estão aqui para fazer. Vocês podem oferecer apoio, nada, além disto, somente eles se compreenderão, e é por isto que eles compreendem um ao outro. Eles compreendem a responsabilidade do outro. Eles compreendem as escolhas do outro. Eles compreendem a limitação que eles devem transcender, e eles vêem-nos outros as limitações que não podem e que não serão transcendidas. Assim como vocês poderiam ver a vida nos outros, eles vêem a morte nos outros. Não a morte do corpo; é a morte do ser, ou da linhagem, ou do sonho ou da esperança. Esta é uma energia difícil para eles manterem, e é por isto que eles são pouco compreendidos também. Eles são vistos como aqueles que trariam preocupações, e realmente eles são, pois eles agitam dentro do outro o que é a maior possibilidade de construir e/ou destruir, qualquer coisa que traga atividade e movimento.

Para o seu grande crédito, eles são os únicos que podem fazer isto. Eu lhes direi, se eles são seres Índigos nesta vida, então eles foram seres Índigos em outra vida. Se há seres Índigos neste mundo, então bem provavelmente eles foram seres Índigos em outros mundos e em outras épocas também. Portanto, a carga, a responsabilidade que eles levam não é somente a responsabilidade desta vida ou desta escolha, mas é a responsabilidade de sua existência. E é pela escolha. Não se consente com uma existência Índigo. Escolhe-se isto significativamente. Portanto, vocês são os zeladores de um ser Índigo ou em um relacionamento com um Ser Índigo, tenham compaixão por este ser, pois ele (ela) é o seu professor e o professor de outros. Se eles são os seus filhos, assim seja. Eles são também gerações além do que possam imaginar nesta época.


NÃO FAÇAM SEUS OS ENCARGOS DOS ÍNDIGOS

Mãe Gaia, eu tenho uma pergunta sobre a vibração Índigo. Eu estou muito atraída para trabalhar com eles, e eu estava imaginando se a minha linhagem cósmica reflete esta energia ou se a minha linhagem cósmica atrairá a energia para o meu campo.

Eu lhes direi o que vocês não considerariam ainda: A sua essência Índigo está contida dentro de vocês, dentro do seu sangue se preferirem, mas vocês não são um ser Índigo. Imaginem que vocês tiveram um pouco de uma transfusão cósmica a fim de compreenderem verdadeiramente o ser Índigo. Esta é a sua natureza. Em seu tempo, em seus anos, há aqueles que são considerados como terapeutas familiares, conselheiros, e vocês podem se considerar como um terapeuta cósmico de um ser Índigo, da luz Índigo. Assim, não é necessariamente a criança Índigo, é a luz Índigo, e vocês compreendem esta luz como uma estrutura. Portanto, dentro ou fora do corpo, esta é uma parte de sua linhagem cósmica. Nós falamos anteriormente nesta noite da linhagem cósmica, e está dentro da sua linhagem compreender o ser Índigo – não o jovem problemático, mas literalmente a freqüência Índigo que compreende o que será. Pois você é um sonhador, não é?

Sim.

Sonha com o futuro, então, sim? É confirmação, sim?

Sim.

Agora então, embora vocês contenham a freqüência Índigo, novamente eu lhes direi vocês não são um ser Índigo, mas compreendem isto bem. Portanto, não se limitem não se oprimam como os Índigos. Não façam das responsabilidades deles as suas responsabilidades, pois elas não são suas para que as assumam. Vocês devem vê-los através de suas responsabilidades, aconselhá-los ou oferecer palavras de sabedoria, mas não arquem com as suas cargas.


VOCÊS PODEM SE UNIR COM A SUA PRÓPRIA LINHAGEM CÓSMICA

Gaia, meu filho sempre foi muito agitado. Ele sempre teve muitas preocupações com o que era, e com o que é, mas não parece ter uma percepção do que será, e eu acho que isto talvez seja uma parte de sua luta. Você poderia dizer algo sobre onde ele se adapta a este modelo?

Realmente, querida, isto é exatamente onde ele está preso, como vocês dizem. É como ele não pudesse encontrar o seu caminho de um lado para o outro e de cá para lá – nem adiante, nem para trás, nem dentro, nem fora. Ele pode ultrapassar os limites disto, mas isto acarretará um tremendo esforço de sua parte, e este esforço ele não deseja fazer ainda, porque ele busca o seu caminho fora das catacumbas em que ele se encontra ao se mover para o passado, onde ele compreendeu pelo menos esta vida. Houve um momento e um lugar onde ele se compreendeu, sim?

Sim, quando ele era muito mais jovem e antes de tudo parecer mudar.

Houve um tempo e um lugar onde a vida o compreendeu e onde vocês compreenderam o que ele é. Então houve uma ruptura nisto, e esta é o elo que deve ser criado novamente. É isto que ele está buscando. Mas, novamente, ele é um Ser Índigo que veio para encontrar o futuro e, entretanto, ele se perdeu. Assim, ele se busca no passado, a fim de reconhecer um presente, a fim de cumprir um propósito, que é descobrir um futuro. Tão fútil quanto isto pareça, ele luta consigo mesmo e com todos aqueles ao redor, todas as realidades que não fazem sentido – e nenhuma realidade pode fazer sentido neste momento. Portanto, a sua próxima pergunta é como encontrar uma resolução para isto, sim?

Sim, esta é certamente uma próxima e boa pergunta.

Realmente, não é impossível como você acreditaria – como você disse e como ele veio a acreditar – e, entretanto, isto acarretará mais da vibração Índigo e aquilo que vem além da vibração Índigo para liberá-lo deste encargo. Sua responsabilidade pode ser transmitida através de outro Índigo, e isto ele está relutante em fazer. Isto poderá ser feito de algum modo facilmente nos planos internos, mas ele não fará e isto o prenderá mais adiante em sua própria existência. Ele não está preso em sua mente e nem em seu corpo. Ele está preso a um propósito que não pode ser cumprido, e isto ele não deseja reconhecer. Esta é a sua batalha interna. Portanto, somente outro ser Índigo pode libertá-lo, querido. Ele deve se libertar, e ele deve transmitir o seu propósito para outro. Até que ele esteja desejando fazer isto, ele lutará com ele mesmo e com aqueles que lhe dizem respeito.

Ele sabia que teria este tipo de luta antes que nascesse?

Ele não sabia. Houve uma compreensão de que haveria uma dificuldade, um desafio e um encargo, como houve em outras épocas. Não houve uma compreensão plena e completa da estagnação de lá para cá que ele encontraria aqui, e isto é novamente parte do esforço, parte da luta, parte da ira e da batalha dentro dele.

Como você esteve falando, eu sinto que isto seja talvez um pouco de reflexo do que eu estou passando também. Eu acho que estou saltando de uma linhagem para outra, mas...

Não necessariamente, querido. Mas você é nesta o pai de alguém, e assumiria este encargo se pudesse, sim?

Sim.

Mas você não pode, entenda, e, entretanto, pode se associar com o encargo. Você pode se conectar com a sua própria linhagem cósmica, e o seu próprio desejo de ajudá-lo lhe permite que se conecte com ele – seja de mente a mente ou de coração a coração ou via hereditariedade. "Os laços que unem", como eles dizem, e assim você busca liberar este fardo, assumindo-o. Mas como você bem sabe, não pode fazer isto, pois não está alinhado com o propósito. E eu lhe direi que a tentativa o deixará doente.

Eu sempre tive muito transtorno com o que é. Parece muito caótico e eu provavelmente superestimei o que era, porque pelo menos eu poderia analisar através disto e encontrar algo ao que pudesse me ligar. E parece que sempre que tentei criar o que será não fui capaz de encontrá-lo a um nível satisfatório. Esta é a parte do que eu vim fazer?

Esta é uma questão interessante. Muito bem, eu a responderei deste modo. Há aqueles como eu disse que estão aqui para descobrir, restaurar ou reafirmar o que era; há aqueles que vêm para estar no que é, e há aqueles que vieram para compreender o que será. Há aqueles que estão aqui para apoiar toda a busca, e este é o seu estado de ser, entende. Você não é de um raio específico, uma natureza específica ou um ser específico, e, entretanto, você é da mesma linhagem cósmica que compreende a busca pela verdade, a busca fundamental pela Unidade que originalmente disse: "Eu Sou O Que Eu Sou" – o pensamento original, o ser original. Antes que houvesse um pensamento que dissesse: "E o um será muitos", houve um pensamento original que disse: "Eu Sou". E isto o que você está aqui para apoiar, entretanto você pode. Você não encontrará satisfação no passado, embora você busque lá e encontre algum conforto. Você não o encontrará necessariamente no presente, onde você se acomoda o melhor que pode. E você não o encontrará no futuro, onde de certo modo espera que será como foi prometido, mas você não está totalmente certo disto depois de tudo, assim você deixa isto para outros.

Gaia, a minha pergunta é muito semelhante à pergunta anterior. Minha filha é como uma alma perdida. Ela superará isto? Ela acreditará nela mesma?

Sim. A diferença é que o anteriormente mencionado deseja se encontrar através de uma ou mais realidades – através do passado, do presente ou do futuro, em alguma linha do tempo. Aquela de quem você fala não deseja ainda ser encontrada. É como se ela estivesse brincando de esconde-esconde, mas ela esconde tão certamente e tão distante em um lugar tão seguro, que seja certo que ninguém possa encontrá-la. E para não desistir do jogo mais tarde e dizer: “Aqui, estou; aqui estou ela não diz, mas dirá: “Eu ficarei aqui neste lugar até que alguém sábio o suficiente me encontre”“. E se alguém não for suficientemente sábio, então ela continuará a ficar. Você poderia auxiliá-la? Não necessariamente, pois ela se tranca, guarda a chave e se esconde nas sombras, então não há nada que possa ser feito até que ela, pelo menos, libere a fechadura ou diga onde a chave está escondida. Portanto, não ainda, embora haja uma possibilidade para esta.

Busca

A Cidade de Telos

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Sathya Sai Baba

Recentes