Artigos

Mensagens Diárias

Manifestações do Amor Divino!


Muitos não entendem o princípio Sai. “Quem é este Sai? Por que certas coisas estão acontecendo desta maneira? ”. Essas perguntas são feitas. Eu não sou um renunciante (sanyasi). Eu não sou um iogue. Eu não sou um buscador de prazer (bhogi). Eu não sou alguém que se sacrifica (tyagi). Eu sou “Eu”. Esse “Eu” é o primeiro nome dado à centelha divina (Atma). Um renunciante está limitado por certas restrições. Aquele que busca por prazer tem outras formas de restrição. Eu não tenho limitações. A minha natureza é a bem-aventurança ilimitada. Meu nome é “Eu”. Não é um nome dado após o nascimento. Para Me compreender, todos devem perceber que o “Eu” está presente em todos. O “Eu” é usado por todos em todos os contextos, seja milionário ou pobre. Esse “Eu” é o Imanifesto, o Absoluto (Brahman). Eu sou Brahman (Aham Brahmasmi). Todos devem se esforçar para reconhecer a divindade que está presente em cada um. Esse esforço deve ser feito por todos. O nascimento humano foi concedido para esse fim. Essa tarefa não pode ser deixada para ser realizada por Deus. (Discurso Divino, 23 de novembro de 1992)

Sathya Sai Baba

Siga-nos nas redes sociais

Solara Holístico Solara Holístico Conecte-se em nosso Linkedin Solara Holístico Solara Holístico

Busca

A Cidade de Telos

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Sathya Sai Baba

Recentes