Artigos

Pais - Crianças

Gurdjieff costumava dizer: “A menos que você esteja em boa comunhão com seus pais, você perdeu a sua vida


PAIS

É sempre bom chegar a um entendimento com os seus pais.

Gurdjieff costumava dizer: “A menos que você esteja em boa comunhão com seus pais, você perdeu a sua vida.” Se alguma raiva persiste entre você e seus pais, você nunca se sentirá à vontade. Onde você estiver, você se sentirá um pouco culpado. Você nunca será capaz de perdoar e esquecer. Os pais não são apenas um relacionamento social, pois foi deles que você veio. Você é parte deles, um ramo da árvore deles. Você ainda está enraizado neles.

Quando os pais morrem, morre algo muito profundamente enraizado dentro de você. Quando os pais morrem, pela primeira vez você se sente sozinho, sem raízes. Assim, enquanto eles estiverem vivos, faça tudo o que puder para que uma compreensão possa surgir e você possa se comunicar com eles e eles possam se comunicar com você. Assim, as coisas se ajustam e as contas se encerram, e, quando eles deixarem o mundo – e algum dia eles deixarão -, você não se sentirá culpado, não se arrependerá e saberá que as dificuldades se resolveram. Eles ficarão felizes com você, e você ficará feliz com eles.


CRIANÇAS

Pense em cada criança como um milagre. Respeite as crianças, reverencie-as, não fique indiferente a elas.

Cada criança é um encontro do céu com a terra. Cada criança é um milagre. Algo acontece que não deveria normalmente acontecer: o encontro da matéria com a consciência, o encontro do visível com o invisível. Assim, pense em cada criança como um milagre. Respeite as crianças, reverencie-as, não fique indiferente a elas.

No momento em que ficamos indiferentes a uma criança, começamos a matá-la. E cada criança é assassinada; é isso que está acontecendo por todo o mundo e que aconteceu em todas as eras; tem havido um enorme massacre. Não foi somente Herodes que matou todas as crianças em Israel; isso está acontecendo todos os dias; estava acontecendo antes de Herodes e tem acontecido depois dele.

Cada criança passa por um assassinato psíquico; no momento em que a criança não é respeitada e é considerada como pertencente a você, como uma propriedade, ela foi morta, foi anulada. A criança precisa ser respeitada como um deus, porque ela é novamente a vinda de Deus ao mundo. 

Cada criança é uma declaração de Deus de que ele ainda não está cansado, de que ele ainda não está farto da humanidade, de que ele ainda tem esperança, de que ele continuará a criar novos seres humanos, não importa o que nos tornemos. Pecadores ou santos, não importa o que fizemos, ele ainda tem esperança de que o ser humano real será criado. Deus ainda não fracassou! Essa é a declaração em cada criança que vem ao mundo, à existência.

 OSHO

Siga-nos nas redes sociais

Solara Holístico Solara Holístico Conecte-se em nosso Linkedin Solara Holístico Solara Holístico

Busca

A Cidade de Telos

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Sathya Sai Baba

Recentes